.

.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

"Bom testemunho" - Esdras 6



Algumas pessoas acreditam que para "dar bom testemunho" e "convencer os outros" precisamos exibir uma vida que seja "só sucesso". Mas isso não é verdade e uma mentalidade dessa só leva o povo à vaidade, exibicionismo e porfia.

Nesse episódio da história de Israel, vemos que eles estavam passando ainda por uma fase de muita dificuldade e humilhação. Embora muitos deles já estivessem retornado à terra, quando lá chegaram encontraram tudo destruído. Além do mais eles eram pobres e estavam estavam cercados de inimigos. Ainda assim, por algum motivo "misterioso", os reis Ciro, Dario e Artaxerxes (e antes deles o próprio Nabucodonosor) se converteram ao Deus verdadeiro. Os reis Ciro e Dario fizeram o possível para reerguer a nação. Deram todo o apoio. Aqui nessa passagem vemos o rei Dario ordenando que tudo fosse feito para reconstruir o templo de Jerusalém. O rei confessou que queria que os judeus buscassem a Deus e orassem por ele e pelos seus familiares. Por algum motivo ele reconheceu que o Deus de Israel era mesmo o todo-poderoso. Ele reconheceu o poder de Deus mesmo na tribulação do povo de Deus e não em demostrações efusivas de vitórias e riqueza.

O coração do homem tem seus próprios caminhos. Só Deus conhece. Esse rei se converteu não porque tenha visto os judeus vencerem batalhas difíceis. Ele foi tocado, provavelmente, pela severidade e amor de Deus. Deus castiga mas ao mesmo tempo conserva, converte e re-ergue. Em suma: Dario se converteu porque o povo se converteu.

Deveríamos buscar mais conversão ao invés de exibição de prosperidade. Ao invés de estarmos tão preocupados com a conversão dos outros, deveríamos estar mais concentrados na nossa própria conversão porque conversão é algo contagioso. Quando o povo de Deus se converte, quem está próximo tende a ser tocado também.

O povo, ao ser questionado a respeito do que estava passando, dizia  e confessava que estavam cientes de que toda a desgraça que sobre eles se abateu foi por castigo de Deus. Eles pecaram. Ao contrário do que se acredita hoje, não é só o sucesso mas principalmente a piedade, a contrição, o arrependimento, a mudança de vida, a submissão à vontade de Deus, o reconhecimento dos próprios erros, o testemunho próprio sem enfeites, essas sim são coisas que comovem e representam bom testemunho.

O bom testemunho é a VERDADE da nossa vida com Deus ainda que essa verdade não nos pareça muito bonita ou não nos cause muito orgulho. A verdade é sempre superior à hipocrisia.

Deus tem sua maneira própria de tocar nos corações. Seus argumentos são profundos e insondáveis. Nós não alcançamos. Deus não precisa que viremos "propaganda de margarina" para que seu reino cresça. Não precisa que vivamos de aparência para "dar bom testemunho". O Evangelho É A VERDADE. E os judeus estavam vivendo uma verdade e dela não se esquivaram. E mesmo em meio a humilhação e pobreza o rei Dario pôde ver a presença de Deus sendo restaurada naquelas vidas e desejou agradar e adorar o Deus dos judeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário