.

.

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Revelação


E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus? Marcos 12:24

É interessante notar que Jesus não disse isso para os incrédulos, idólatras ou mesmo para judeus relapsos que nunca davam as caras na sinagoga. Ele falou isso  para pessoas que dedicavam suas vidas a estudar as Escrituras, que eram chamadas de “mestres” e, pelo menos teoricamente, adoravam a Deus, criam nele e o "conheciam" a ponto de poderem dar aulas sobre Ele. Conheciam histórias de milagres e tudo o mais. Pois justamente para elas Jesus disse: “vocês não conhecem nem as Escrituras nem o poder de Deus.” Que tremenda reprovação!

Isso nos mostra que para Jesus, conhecer Deus teoricamente é o mesmo que não conhecer Deus. Ouvir falar de milagres não tem nada a ver com "conhecer o poder de Deus". 

É fácil apontarmos o dedo contra fariseus e doutores da lei judaica. Temos mania de fazer isso. Mas será que nós não estaríamos incluídos nessa mesma avaliação?   “Vocês vivem na igreja, freqüentam Escola Bíblica mas não sabem nada das Escrituras. Vocês já ouviram falar dos meus milagres mas realmente não conhecem o poder de Deus."

Jesus disse certa vez que é impossível conhecer Deus se Deus mesmo não se revelar à pessoa:

Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar. Mateus 11:27
Assim que daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos deste modo. 2 Coríntios 5:16

Provavelmente por isso é que Jesus dizia para as pessoas não saírem por aí dizendo que ele era o Messias. Não adianta falar!   Se o Espírito não revelasse isso seria inútil!  Jesus não fazia questão nenhuma de ser conhecido "segundo a carne", teoricamente. Isso não salva ninguém, não ajuda em nada.  Mas isso não quer dizer que Deus esteja brincando de "esconde-esconde" com a humanidade. Quando seus olhos encontram uma pessoa realmente interessada em conhecê-lo, ele mesmo se revela a ela sem dificuldade alguma. Foi assim com a mulher samaritana, lembra?   Ela queria conhecer o Messias de Deus, então Jesus simplesmente falou: "sou eu, eu mesmo que falo contigo!" E ela creu.  

Tão simples para uns, tão "difícil" para ouros... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário